Análise de Acessibilidade

Só no Brasil, cerca de 25 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência física, sensorial ou motora. Dessa maneira, sites informacionais e transacionais que não se mostram aderentes aos critérios básicos de acessibilidade deixam de atender a esta parcela significativa de cidadãos.
Nesse contexto, uma análise de acessibilidade envolve a verificação da conformidade de um projeto interativo de acordo com as recomendações estabelecidas pelas Web Content Accessibility Guidelines (WCAG), a identificação de pontos de melhoria e a sugestão de procedimentos de correção.


Benefícios

  • Reforço da credibilidade do projeto e da marca
  • Ampliação do número de usuários do projeto
  • Atendimento a critério de responsabilidade social
  • Cumprimento de requisitos legais do e-MAG – Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico
  • Melhor resultado no retorno em ferramentas de busca na web
  • Aumento da compatibilidade do projeto com dispositivos mobile, como smartphones e tablets
  • Redução do esforço de manutenção
  • Aumento da usabilidade do projeto
  • Melhora na performance de acesso ao projeto


Quando Aplicar

Novo projeto

Na etapa de planejamento de uma nova versão de projeto interativo, uma avaliação de acessibilidade permite identificar pontos de melhoria em recursos ou funcionalidades já existentes ou planejadas.

Versão atual

Nesse caso, o objetivo é avaliar a aderência de um projeto interativo já publicado às boas práticas de acessibilidade estabelecidas pelo WCAG, assegurando os benefícios delas decorrentes.

Processo e Equipe

Etapas da atividade

  • Reunião de exploração

    Essa ocasião é voltada para o entendimento, junto ao cliente, do contexto, conteúdo, públicos-alvo, objetivos e métricas de sucesso do projeto.

  • Definição do plano de análise e escopo

    Nessa etapa são definidas as variáveis de avaliação do projeto, como a sua abrangência, guideline de referência e nível de conformidade em relação às WCAG.

  • Validações automáticas e semiautomáticas

    Durante essa fase são realizadas verificações da acessibilidade de um projeto interativo por meio de ferramentas como o ASES (veja mais em: http://www.governoeletronico.gov.br/acoes-e-projetos/e-MAG/ases-avaliador-e-simulador-de-acessibilidade-sitios), do Governo Federal. Essas validações automáticas são complementadas pela aprovação semiautomática, conduzida por especialista em experiência do usuário – User Experience (UX).

  • Produção e apresentação do relatório

    Nesse momento, os resultados da avaliação, as observações e recomendações de melhoria são apresentados pela agência.

Entregas Esperadas

Plano de avaliação da acessibilidade

Relatório que descreva as principais observações e propostas de aperfeiçoamento do ambiente web avaliado

Prazo

Em geral, uma análise de acessibilidade pode ser realizada em aproximadamente três semanas

Profissionais Envolvidos

Analista de UX pleno

Conduz as atividades necessárias para a avaliação.

Analista de UX sênior

Coordena os trabalhos e redige o relatório de observações e recomendações.

Como selecionar

Critérios para seleção

  • Experiência dos profissionais selecionados para a atividade
  • Identificação de que os analistas envolvidos fazem parte do corpo técnico da empresa
  • Apresentação de cases de sucesso dentro do escopo pretendido
  • Entrega de atestados de capacitação técnica
  • Apresentação de modelo de plano de avaliação

Variáveis de consumo

  • Escopo do projeto
  • Nível de conformidade
  • Custo baseado em Hora-homem

Referências